quinta-feira, 9 de junho de 2011

O passeio a praia mais famosa - 22/04

Olá!

Lembram do que eu disse? Ainda bem que escrevi muitos dias de lá, só agora sobrou um tempinho para tentar terminar o diário rsrs.

Bem vamos lá contar sobre o penultimo dia.

Em Barbados as praias mais famosas são as banhadas pelo Atlântico (entre elas bathsheba e Crane Beach). Não sei porque rsrs. As banhadas pelo mar do Caribe são tão mais legais, tranquilas rsrs. No avião tinha muita gente com pranchas, devem ter se hospedado por aqueles lados.

O fato é que a visita não é completa sem a visita ao menos a essas duas, e como já tinhamos ido a Bathsheba deixamos a sexta que era feriado para pegarr um ônibus e seguir para a famosa Crane Beach (lá esta um dos resorts de maior luxo, o The Crane  com diarias a partir de U$ 286).

Novamente parenteses para falar do café da manhã. Como o mercado estava fechado tivemos que tomar café num lugar por perto. Entrando no restaurante dei de cara com uma mulher batendo um mega prato de espagueti a bolonhesa e um outro cara tomando cerveja. Eram 8:30 da manhã.

Só saúde #not

Os pratos tinham as maiores variações de gordura. O rapaz do lado comia: linguiça, ovo frito, bacon e feijão. Para acompanhar leite. Eca.

Escolhi pela foto e recebi um prato com ovo mexido, bacon e um pão que parecia uma rabanada de pão de forma. Eu mexia no prato e só via gordura. Geração saúde #not

Saímos de lá e fomos pegar o ônibus. Feriado, poucos ônibus, o que tinhamos que pegar passava pouco... 1 hora esperando no ponto. Pegamos. Sabiamos onde descer? Não. 

Alguns pontos depois entrou uma japonesa com mais duas pessoas e perguntou se o ônibus passava na Crane, quando ela desceu Marcio resolveu que tinha que descer, só que eu não via praia. Estavamos quase no meio do nada. Mas ele quis descer assim mesmo. Conclusão: perdidos.

Andamos no meio do mato!! Apareceu um cara nativo e disse para andarmos mais para o meio do mato. Achamos uma praia. Sei lá qual. Uma praia deserta, forte pra caramba e micro. Continuamos andando. Qdo achei um ponto de onibus resolvi parar e esperar. Um carro parou, disse que estavamos longe, que o ônibus demorava, se quisessemos ele levava. Marcio não quis. Sei que no final da história andamos mais de 1 hora num calor do caramba até acharmos a entrada da praia. A entrada apenas.

A tal praia deserta
 A praia era tipo aquela praia particular do Sheraton? Dá para chegar a pé, mas dá um trabalho do caramba. Tivemos que passar no meio das pedras, parecia aquela pedra maldita do Faustão. E eu que sou a mais desastrada morrendo de medo de cair. Quando chegamos na praia sentei numa cadeirinha. Um cara veio e disse que tinhamos que pagar. Dissemos que nas outras praias não pagavamos porque consumiamos. Não importava, lá ele nos cobrou U$ 25 por um par de cadeiras e guarda sol!!! E tem gente que reclama do preço na Barra da Tijuca hihihi. Pagamos e ficamos.



Bem, a praia era bonita mas para mim nem foi tudo isso rs. Valeu o trabalho para chegar não hehe. Muita onda, muita alga. Viamos o The Crane lá em cima e o pessoal hospedado lá chegando facilmente na praia por uma escadinha rsrs.
 

Observações engraçadas desse dia:

- Fui tomar um coco. O cara não tinha um isopor. Ele pegou o coco que tava lá no sol escaldante, abriu, colocou uma pedrinha de gelo (q desapareceu instantaneamente) e me deu. U$5.
- Apareceu uma mulher, que era a cara da Rihana como a maioria rs, e abriu um edredon na areia. Isso mesmo, um mega edredon de casal e ainda era azul escuro!
- Eu via as pessoas saindo e voltando. Elas saiam da praia e iam até uma Deli perto. Voltavam com pizza, hamburguer, salada. Era uma farofa!!! Praia chique hein hihihi.
- A japonesa do ônibus apareceu na praia mais de 2 horas depois.

Na volta até que não passamos perrengue (a não ser ter que passar pelas pedras novamente), pegamos o ônibus e seguimos para o hotel. Era feriado, quase tudo fechado. Curtimos a piscina, comemos uma pizza e fomos começar a organizar as coisas para partir no dia seguinte.....

Chega de papo e seguem as fotos!!

Não podia mas tinha uma galera mergulhando



O the Crane expandindo rs

A mulher estendendo seu edredon

As pedras malditas para chegar na praia

Indo embora!

Juro que um dia faço um post resumo e do último dia de viagem ahahah.

Beijoka!











2 comentários:

blogdaalelima disse...

Rí alto com a mulher do edredon azul...
A cara da probreza né Lady kkkkk ?
Tá pensando que é só no Brasil a farofa né ? rs


Bjs

Ale

Júlia Magalhães disse...

ai que praia lindaaaaaa Amáliaaaaaa!! Amei o café da manhã =D
bjsss